Parte da pesquisa feita por Plínio Silva está presente nos CDs do grupo, "Terra Sonora - Música Vocal e Instrumental de Várias Regiões do Mundo" (1997), "Continentes" (2001) e "Terras" (2004). Os trabalhos abrangem 67 regiões do mundo, divididos em 85 temas, 12 deles do Brasil, representando alguns aspectos de nossa tradição musical.

A escolha do repertório foi baseada na riqueza e nos contrastes musicais e geográficos existentes, bem como na própria identidade do grupo em relação aos temas. Sem qualquer preocupação com purismo acadêmico, o Terra sonora foi inspirado pelas sua origens e instrumentos diversos que o grupo usa para criar seus próprios arranjos.

Em 2008 o grupo lança o CD "Trevas" onde são apresentados temas medievais (em sua maioria) do oriente e do ocidente falando sobre sátiras, canções de trabalho, críticas às cruzadas, temas de amor, entre outros. O nome do disco é uma referência ao "Período das Trevas", como ficou historicamente conhecida a Idade Média.

Em 2009 o Terra Sonora participa da gravação do CD "Orvalho", onde são registrados temas do violeiro e compositor do grupo Rogerio Gulin, um dos principais nomes da viola caipira do Paraná. Este CD foi produzido graças ao Prêmio Produção do Projeto Pixinguinha 2008, patrocinado pela Funarte, conquistado por Rogerio Gulin.


Rogério Gulin